sexta-feira, 26 de novembro de 2010

3ª Etapa - EB 2,3 Bento Carqueja, Oliveira de Azeméis

Em 2008/09 a vida levou-me até Oliveira de Azeméis.
Desta vez, não me podia queixar das sortes, pois a escola situava-se a uns escassos 35Km da minha residência.
Um concelho grande pertencente ao distrito de Aveiro. Cidadade calma e tranquila, mas com uma história bonita de se conhecer.
A escola era muito agradável e o ambiente era muito saudável.
Lá encontrei turmas CEF e uma PIEF, as temíveis turmas PIEF. E realmente eram temíveis!!! O professor que fui substituir foi-se embora por não ter condições para trabalhar com a turma...
Na realidade os homens (15 - 17 anos) estavam privados de entrar na escola, a não ser para almoço. Mais tarde também perderam esse direito. As aulas eram dadas nos bombeiros, mas após termos sido expulsos de lá, lá conseguimos arranjar um local para trabalhar com a turma - Santa Casa da Misericórdia de Oliveira de Azeméis.
O grupo de professores que estava com a turma era coeso e as reuniões do mais animado que havia. Todas as semanas havia peripécias para contar. A maior parte das histórias não podem ser contadasA. final de contas estamos a falar de vidas em risco máximo. É claro que, a certa altura, todos estavamos cansados e a precisar de férias.
Foi uma experiência do mais enriquecedor que há para um professor. Desde aquela experiência que me sinto preparado para tudo e para todos.
Da escola só posso dizer bem. Fui muito bem recebido por todos e aqueles com que trabalhei mais de perto sempre tiveram disponibilidade para me ajudar, nomeadamente a minha colega de grupo Juliana, assim como as directoras de turma, Ana Baptista e Paula Girão.
Como esta etapa da minha carreira foi tão animada fica em aberto a possibilidade de colocar um novo post. Desta vez para aprofundar as histórias dos nossos amigos PIEF.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

2ª Viagem - Escola Básica e Secundária de Ourém

Em 2007/08 tive a minha primeira experiência enquanto professor de informática, na cidade de Ourém. 
Após terminar a Pós-graduação em TIC lancei-me à conquista das ofertas de escola. Numa dessas ofertas ligaram-me da Escola Básica e Secundária de Ourém, porque estavam interessados no meu concurso.
A chegada à escola foi difícil, com muitos enganos no caminho e com muito nervosismo à mistura. Afinal de contas era a minha primeira experiência longe de casa.
O horário não era completo, portanto o aspecto financeiro não seria grande coisa, mas afinal de contas, o que contava para mim não era o dinheiro, mas sim todo o tempo de serviço que conseguisse arrecadar.
Estar longe de casa significa que temos de gastar dinheiro em alojamento, viagens e alimentação. Por outro lado, há o aspecto de vivenciarmos uma experiência nova, conhecer novas pessoas, novas mentalidades e novos caminhos e locais.
Tive turmas CEF e Área de Projecto.
Não foi uma experiência fácil, porque fui susbtituir uma colega que se ausentou, mas não era uma colega qualquer. Era a coordenadora de grupo e era a pessoa que resolvia todos os problemas relacionados com as máquinas informáticas. A colega Ana passou a coordenar tudo e eu limitei-me a fazer o trabalho de turma.
Desta experiência destaco a colega Ana, que me ajudou na integração da escola e me deu todo o apoio necessário ao desempenho das funções.


sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Primeira Viagem - Espinho - A minha cidade.

Terminara o curso e os meus horizontes nada observavam. É muito comum o Licenciado terminar o curso e ficar numa situação indefinida. Eu não fugi à regra. 
Foi então que fui informado por uma colega de Curso e de saídas, que estavam à procura de um professor para leccionar no Ensino Recorrente, em Espinho. Imediatamente os meus olhos reluziram e concordei em falar com a coordenadora do curso.
Já depois de tudo definido, fiquei a saber que a minha turma era composta maioritariamente por pessoas de etnia cigana. Contaram-me mil e uma histórias dos alunos e a verdade é que ainda me conseguiram intimidar.
Por qualquer razão criou-se uma grande empatia entre mim e a turma. No final ficaram laços de amizade e de respeito e a noção de que foi uma experiência rica para mim.

 
Imagem 1 - EB1 Marinha n.º 1          Imagem 2 - Espinho del mio cuore.


Currículo Resumido

Áreas de competência

·         Docente do grupo 110 (1º Ciclo do Ensino Básico)
·         Docente do grupo 550 (Informática)



Experiência profissional


Data

2010/11
Instituição

EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia - Coimbra
Cargo

Docente do grupo 550 (Informática)
Principais actividades

Docente da disciplina de ITIC (9º Ano), Área de Projecto (8º Ano) e Ensino Especial (Informática). Atendimento a Professores. Apoio ao Projecto Tecnológico da Educação (PTE).

Data

2009/10
Instituição

EB 2,3 Dr.ª Maria Alice Gouveia - Coimbra
Cargo

Docente do grupo 550 (Informática)
Principais actividades

Docente da disciplina de ITIC (Cursos CEF) e Área de Projecto (8º Ano). Atendimento a professores. Apoio ao Projecto Tecnológico da Educação (PTE). Vigilância de exames nacionais – Ensino Básico.



Data
2008/09
Instituição
Escola Básica 2,3 Bento Carqueja
Cargo
Docente do grupo 550 (Informática)
Principais actividades
Docente da disciplina de ITIC (Curso CEF e PIEF). Vigilância de exames nacionais – Ensino Básico.


Data

2007/08
Instituição

Escola Básica e Secundária de Ourém - Ourém
Cargo

Docente do grupo 550 (Informática)
Principais actividades

Docente da disciplina de ITIC (Curso CEF) e Área de Projecto (6º Ano). Acompanhamento e avaliação do desempenho dos alunos em contexto de estágio. Vigilância de exames nacionais – Ensino Básico e Secundário.



Data

2006/07
Instituição

EB 1º Ciclo, Marinha n.º 1 - Espinho
Cargo

Docente do grupo 110 (1º Ciclo)
Principais actividades

Educação e Alfabetização de Adultos (Ensino Recorrente). Construção, avaliação e certificação de portefólios individuais.



Habilitações Académicas


Data

2008
Designação

Pós-graduação em Tecnologias da Informação e da Comunicação
Instituição

ISVOUGA – Instituto Superior de Entre Douro e Vouga
Classificação

14,0



Data

2006
Designação

Licenciatura no curso de professores do 1º Ciclo do Ensino Básico
Instituição

Escola Superior de Educação Jean Piaget
Classificação

13,0



Formação Profissional


Data

2010
Designação

Per(cursos) da Educação e Alfabetização de Adultos
Instituição

FPCEUP – Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto



Data

2006
Designação

CAP – Certificado de Aptidão Profissional de Formadores
Instituição

IEFP – Instituto do Emprego e Formação Profissional



Data

2006
Designação

Certificado de Competências Básicas em Tecnologias da Informação
Instituição

UA – Universidade de Aveiro.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Vida de proff

A vida de proff tem destas coisas. A principal é andar com a casa às costas!!! Outra é ter de fazer constantes actualizações em relação aos humildes conhecimentos que possuo...

video